Você está em Home > Sobre > Quem Sou
Renata Sarzi
Natural de São José dos Campos, Brasil
Formada em Tecnologia de Redes de Computadores

Empreendedora, Empresária e Promotora de Turismo
 
Viajante : Fotógrafa : Produtora de Conteúdo : Blogueira
Nômade Digital
 
Trilheira, Montanhista e Ecoturista

 

Sou apaixonada por viagens, natureza e atividades outdoor. Escoteira desde os oito anos, a vida ao ar livre sempre foi meu combustível. Quando pequena, viajava com meus pais, a maioria das vezes de carro, por terra, que é o que mais amo e o que desencadeou essa grande paixão por novas vivências, por conhecer novos lugares e pelos bons momentos vividos através das viagens.
Fui crescendo, ganhando autonomia e elas não pararam. Qualquer coisa é motivo pra dar uma escapada para algum lugar. E a vontade é de ir cada vez mais longe. As imagens de paisagens deslumbrantes ao redor do globo me fascinam, não consigo me contentar por admirá-las apenas na tela do computador ou da TV. Há muitos anos que sonho e planejo como seria minha grande jornada para conhecer cada um desses lugares.
Eu levava uma vida comum: correria, saia cedo de casa e só voltava à noite, ensino técnico, cursinho, faculdade, estágio, emprego, cursos de inglês e espanhol. Por toda minha adolescência e juventude, investi na minha carreira e por muitos desses anos abri mão de todo o resto. Após me formar Técnica em Informática, comecei a trabalhar na minha área, aos 17 anos. Passei quase oito anos alocada em uma ótima empresa multinacional e alcancei bem cedo o conforto financeiro que tanto lutamos: um apartamento próprio, carro zero e salário pra fazer o que bem entendesse. Bem feliz, mas ainda não estava satisfeita em continuar deixando meus projetos pessoais sempre de lado, pois um dia isso me atormentaria.
Foi então que com 24 anos decidi que havia chegado a hora! Eu iria me formar e em seguida dar uma pausa naquela vida que eu havia construído. Por um tempo viver as experiências e visitar os lugares que eu gostaria. Depois eu retornaria à minha cidade, carreira, sequência nos estudos, etc. Comecei a me planejar para uma viagem que seria bem diferente dessa, mas nem tudo saiu conforme o esperado. Acabei passando por uma fase muito difícil, tanto familiar quanto profissional, no relacionamento e saúde. Todos os âmbitos da minha vida entraram em conflito, o que perdurou por alguns anos e me colocou à prova de se eu realmente queria seguir com esse projeto. Cheguei inclusive a perder tudo que eu tinha.
Na minha cabeça todos esses obstáculos de alguma forma me orientaram, nunca perdi minha crença e meus ideais. Eu sabia que estava no caminho certo e que aquele turbilhão de tumultos não era nada menos do que as coisas tomando seus devidos lugares. Por isso, eu persisti mesmo nos momentos mais difíceis e incrédulos.
Mais de quatro anos se passaram desde que tomei a decisão até tudo, de fato, se concretizar. Parti com quase 29 anos. Precisei adaptar todos os planos que já havia feito. Compreendi que, se eu não ia desistir disso, eu teria que colocar os pés no chão e encarar toda a realidade para fazer acontecer.
E cá estou hoje. Caindo de cabeça nesse desafio, nessa nova empreitada de Fotógrafa, Blogueira e Viajante. Mas, na verdade, tudo isso vai além dos rótulos. Estou caindo de cabeça no que me faz sentir bem! Bem comigo mesma, com as pessoas ao meu redor, com a natureza e com o que existe de mais puro nesse universo.

Continue lendo: